28 junho, 2012

BE vai oferecer uma Marreta ao presidente Alfredo Henriques que está destruir o concelho de Santa Maria da Feira

A Camara Municipal de Santa Maria da Feira apresentou uma proposta que extingue varias freguesias, sem fazer qualquer consulta às populações.

Esta atitude revela falta de sentido democrático e desrespeito total pelos munícipes. 

O BE relembra que a gestão laranja (PSD) inaugurou no dia 25 de Abril de 1981, o monumento ao espirito feirense, que é um círculo com 25 metros de diâmetro, sendo constituído por uma sucessão de monólitos verticais, que representam as 31 Freguesias do Concelho.

Será que a Camara Municipal pretende utilizar uma marreta para destruir o monumento ao espirito feirense, depois de ter dado uma valente marretada na democracia?

O BE realizará hoje, quinta-feira pelas 10horas uma conferência de imprensa junto ao monumento ao espirito feirense (S. João de Ver). Onde oferecerá uma marreta ao presidente da Câmara Alfredo Henrique, que simboliza a falta de rigor, planeamento, de insolvência financeira, de sentido democrático da gestão laranja ao longo das décadas e na destruição do Concelho.

Comissão Coordenadora Distrital do Bloco de Esquerda de Aveiro

8 comentários:

Anónimo disse...

Digam quais as freguesias que vão ser extintas.

Paulo Pinto disse...

Oferecer uma marreta...
Votem nesta gente eleitores. Isto sim são propostas e ações de valor para o Concelho. Chamar as rádios e "mostrar" que têm uma marreta...
Marreta é uma bela palavra neste contexto.

Anónimo disse...

Palhaços do Bloco no monumento...

Anónimo disse...

uma marreta a um marreta! aerá que irá dar marretinhas?

Anónimo disse...

Marretas são os senhores do Bloco de Esquerda (BE). Só sabem fazer palhaçada. Quando é que vão ter uma ideia para, de facto, ajudar a construir qualquer coisinha?
Haja paciência para aturar tanta demagogia.

Anónimo disse...

Não tem efeito prático nenhum, mas simbolicamente teve alguma graça. Se vão ser extintas 10 freguesias, aquelas pedras representativas de cada freguesia ficarão a mais. E, claro, não falando na pedra a representar Milheirós que, por certo, vai ter de ser oferecida a S. João da Madeira para ser colocada numa qualquer rotunda.

José Pinto da Silva

Anónimo disse...

será que entendi bem? O BE ofereceu o Paulo Pinto ao Alfredo Henriques?

Anónimo disse...

Vamos levar a cousa a serio. De facto, se não houve consulta , nem dialogo com as populações, e uma prepotência, seja de quem for. Afinal,sim, afinal one anda a democracia? E só no dia das eleições? E depois fica encerrada para obras? As assembleias de freguesia servem para alguma coisa?