04 julho, 2012

Demora menos que um instante!

Basta ligar para a “Telefacu” e pedir um diploma com os ingredientes que mais gosta!

Logo, logo estará um “relvasboy” na sua porta com um delicioso curso com pasta de Bolonha com pedacinhos inteligentes de pepperoni!

image

13 comentários:

Anónimo disse...

A isto se chama DEMOCRACIA,eu diria,no seu melhor.

Anónimo disse...

e dizia ele que "punha a nu" a vida privada da tal jornalista....

é por esta e por outras que os exemplos a seguir (os bons exemplos) são cada vez menos...

Anónimo disse...

mais um ladrão entre tantos....
já começou em novo a roubar cadeiras vai acabar a roubar mestrados....

XEIRINHAS disse...

Em primeiro lugar é preciso não esquecer quem deitou cá para fora a lei que permitiu e permite estas poucas vergonhas. È que pelos vistos é tudo legal. Depois há sempre uns chicos-espertos a aproveitarem-se daquilo a que chamam os "alçapões das leis". E é que se fosse só nestas, vá que não vá, mas não. Depois, tal como o nosso ex-primeiro, esta cambada só completam o seu ego com uma licenciatura mesmo a martelo ou como bem disse Nairána Coissoró, uma licenciatura honoris causa.

Anónimo disse...

não digam mal do homem, ele até usa avental e esquadro.

Paulo Pinto disse...

E para quando fiscalizar as universidades privadas? As notas de acesso, a pertinência dos cursos, a qualidade de ensino, a avaliação, a forma como se colocam diplomas nas mãos das pessoas...
É que, pelos vistos, somos a geração mais qualificada de sempre, mas eu coloco sérias reservas quanto à qualificação atribuída por muitos estabelecimentos de ensino. Este episódio (que até é legal, imagine-se), o do Sócrates e mais alguns deviam dar que pensar.
Curioso é ver também as universidades públicas fora destes filmes. Quando se pensaria que o poder político exerceria mais facilmente a sua influência numa instituição pública, vemos que é ao contrário.

Anónimo disse...

Muito Bem, Paulo Pinto. Não basta vomitar veneno sobre esta ou aquela pessoa. É necessário analisar o fundo do problema. Se continuarem estas "novas oportunidades" qualquer dia somos todos doutores e não sabemos nada.

Anónimo disse...

Como foi dito acima,eu confirmo,foi mais uma conquista da democracia.Fazem umas leis,precisamente para os espertos.È tudo uma cambada.É só ter uma oportunidade e lá estam eles,os democratas a olhar pela vida do povo.Que saudades que tenho de governos sérios.Agora só o são quando estão a dormir.

GNR disse...

Paulo Pinto eu qualquer dia sou doutor e até nem tenho conhecimento disso, mas como andei a tentar um curso superior e desisti numa "universidade Privada" era preciso muitos €€€€€€€€€€€€€€ se calhar acabei sem saber....
estás de parabéns Paulo Pinto e Protugalexe está bom para os cabeçudos doutores de merda com a 4 classe e uma classe superior com mestrado de vigaros...

Paulo Pinto disse...

E também não percebo a obsessão com canudos. É perfeitamente possível exercer um cargo político e fazê-lo bem sem qualquer diploma. Damos demasiada importância a títulos de Sr.Dr., Sr. Eng... em tempos era era Sr. Dr. Engenheiro. Um absurdo.

Anónimo disse...

Mais um vindo das jotinhas que nunca na vida trabalhou, depois angariou um doutoramento honoris por causas nem sempre bem definidas, a exemplo dos nossos primeiros, do seguro ... mas nem tanto, cobrindo-se todos com as mesmas mantas, não se podendo portanto descobrir, por serem todos produtos do mesmo tacho e para os mesmos tachos. Haja vergonha, haja decoro, haja decência, neste país de incompetentes, prepotentes, ladrões, energúmenos e rasteiros. Este não é o país que deu novos mundos ao mundo, porque esse meu país a este bando de oportunistas incompetentes vomitava-os. Tenho vergonha de me dizer português como esse bando que agora usa o emblema na lapela para dizer que são aquilo que não sabem ser lusos descendentes.

Anónimo disse...

Se repararmos um pouco,vêmos que os nossos políticos enquanto tal, se vão governando«não o País, como era de esperar».Depois,onde estão eles?.EDP,REN, CGD,Mota Engil,Lusoponte,milhentas fundações,caso não chegue,arranja-se mais umas quantas. Não acham que este colorido seja mais escuro que o tal cinzentismo do passado,onde quem governava era gente séria?

Paulo Pito Nu disse...

DOUTOR RELVAS, SIM!!
Va respeitinho.
4 cadeiras e uns empregos no ministério dá no mínimo um doutoramento.
A culpa é do Socras. Meteu-nos neste burraco e o FMI e nos cumprimos e a culpa é dele...
Viva o relvas a comer o coelho