17 dezembro, 2012

fiscais do lixo

A fome está a apertar no nosso concelho e o que parecia impossível há uns anos, ir visitar o lixo, está muito na moda nos dias que correm!

Mas… (gosto particularmente de um Mas)… mas, não se pense que são só as pessoas esfomeadas por comida que por ali andam! As esfomeadas por dinheiro também! 

Há quem chame a esta nova profissão os “fiscais do lixo”! 

Dizem, que são pessoas da nossa cambra que se deliciam a verificar literalmente todo o lixo que esteja nas ruas fora dos dias de recolha, para ver se encontram algum tipo de documento identificativo para aplicar a devida coima!

O chato da kouza, é que um senhor velhinho e completamente acamado, foi apanhado na “rede” e agora terá de pagar uma multa pelo lixo, que é seu, mas não foi ele quem o ali colocou! 

Por isso, meus caríssimos, mesmo que não coloquem as cartas da correspondência onde possam ser identificados, evitem por exemplo, colocar no lixo preservativos, pois nunca se sabe se os fiscais do lixo têm um aparelho para verificar o ADN do produto vazado para o plástico!



15 comentários:

XEIRINHAS disse...

Eu sei que é muito melhor para o meio ambiente, colocar o nosso lixo na rua em vez de o deixarmos em casa à espera do dia ou da hora de ser deixado na rua, para ser recolhido. O ambiente de nossa casa ficará por certo mais desanubiado, o da rua já não sei.E depois para comprovarmos a nossa teoria trazemos para a historia o velhinho do costume.

Anónimo disse...

felizmente que isto vai durar somente mais 10 meses. Com o Eduardo Cavaco na presidência acabaram-se estas merdas. Ainda bem.

Paulo Pinto disse...

Oh não. A caixa de comentários vai virar local de campanha parva. pfff Mais uns dias e começam os terrenos a 1 euro. Poupem-me a isso.

Anónimo disse...

Estas merdas que se vêem aí pelas ruas espalhadas pelos câes, é?

Anónimo disse...

Atão o PS resolve tudo? Nem vai exigir que as pessoas ponham o lixo à porta nos dias de recolha? Parece que vai ser um regabofe. Este PS já não surpreende ninguém. Coitados, estão sôfregos mas vão perder novamente porque não têm nenhuma credibilidade.

Anónimo disse...

SE nesta terra houvesse caixotes do lixo como em todo o lado... parece que vivemos numa cidade de terceiro mundo onde se deita lixo para a rua... ora se não seria muito mais limpo um caixote onde todos poderiam colocar o seu lixo...

Paulo Pinto disse...

Em muitos países, cada casa compra o seu caixote do lixo e coloca-o à porta. Também queremos que o estado nos compre caixotes do lixo?

Anónimo disse...

Independentemente do que possam ter escrito ou venham a escrever a história é totalmente verdadeira e o pobre teve que apresentar uma exposição a explicar a sua situação familiar com a mulher acamada para ver se lhe perdoam a multa. Espero que pelo menos seja tratamneto igual pra todos e o fiscal do lixo não leve com uma espetadela de seringa infectada com algum virús que o deixe lixado.

Anónimo disse...

Então era um caixote do lixo à porta de cada um? Não há em nenhum lugar do mundo, Há a recolha porta a porta nos dias indicados, fora disso, não quer o lixo em casa leva-o aos diversos ecopontos espalhados por toda a parte, aí sim tem caixotes à espera, não o deixa abandonado na rua à mercê de todos até e muito bem dos fiscais camarários.

Anónimo disse...

Quem prevarica deve pagar por isso.Totalmente de acordo com a fiscalização contra esses atentados ambientais que são os lixos espalhados na rua. Quanto ao caso em concreto, pois acho que deve ter uma atenção especial. O que não se deve partir dai para a conclusão que não se deve fiscalizar nem tão pouco multar. Até gostaria de saber como a Câmara resolveu este problema, que quanto a mim só pode ter uma solução. A ser como relatado.

Paulo Pinto disse...

"Não há em nenhum lugar do mundo..." Enfim...

Anónimo disse...

Oh Amadeu, ups Paulo Pinto:
tás a ver a terra a fugir?

Anónimo disse...

Pudera com o lixo indexado ao m3 da agua estavam á espera que o levassem também ao aterro!..
Isto é o incentivo que dão como os preços praticados pelo negócio da Agua,"gamar com style"

Anónimo disse...

Quem lançou a discussão, faria um grande favor se nos desse a solução que o caso mereceu. Ou o que interessa, é o falatório?

XEIRINHAS disse...

Muito pertinente a pergunta deste anónimo. Também eu gostava de saber o desfecho.