13 dezembro, 2012

Deslocaram Caldas de C. Jorge, ou deslocaram um hotel?

Por Pinto da Silva

A pretexto de um evento (mais um e sempre no mesmo cenário, como não poderia deixar de ser quando impera o princípio do centralismo primário), com a responsabilidade da Câmara da Feira, ou de entidades a ela conectadas, foi editado um flyer (prospecto publicitário) e, no verso desse documento, no capítulo "ALOJAMENTO" vem descrito o Hotel Pedra Bela e, como localidade de implantação vem S.J. DE VÊR / Sta. M. da Feira.


Que nos recordemos, o Hotel Pedra Bela, que não mudou de sítio, sempre pertenceu a CALDAS DE S. JORGE, os seus proprietários assumem-se como de Caldas de S. Jorge, estão recenseados em Caldas de S. Jorge e causa-nos absoluta estupefacção que um documento de que é responsável a Câmara Municipal faça publicidade errada e enganosa.

Gostaríamos de ouvir sobre isto o indigitado candidato do PS à Presidência da Câmara da Feira, ele que durante tantos anos desenvolveu actividade no mesmo local. E desafiamos a Câmara a pronunciar-se sobre isso e não desdenharíamos ouvir a opinião do presidente da Junta de Freguesia.


20 comentários:

XEIRINHAS disse...

Também eu pensava que o Pedra Bela não era S. Jorge, mas isso sou eu que não tenho de saber todas estas minudências sobre os territórios.É uma falta de todo injustificável, quando vem de onde veio. Já chamarmos à coacção o putativo candidato PS à Câmara, não sei que lhe dizer, a não ser que queira por o homem já a dizer mal dos serviços camarários. Demos tempo ao tempo.

Anónimo disse...

Como n~´ao está tempo para jogar golf mas também não é boa prática começar já a dizer mal de com quer trabalhar melhor será deixar o assunto cair no esquecimento que o silêncio pode ser de ouro. Aliás desta famosa frase frz o nosso ilustre ex-futuro presidente lema de vida, nas várias vezes que com ele privei o homem nada falava, parecia ouvir mas nem disso tenho a certeza e de vez enquando mexia na barba, aguentou quase 30 anos deve ser fácil....Os novos falam demais e com quem não devem, fazem tolices e depois colocam os funcion+arios nos arrumos na esperança que não se descubram as asneirolas, mas .....vamos ver.... pois é isto de falar, falar tem os seus riscos...

Anónimo disse...

A referência ao indigitado candidato do PS é tão só por ele ter sido sócio da pedreira (Irmãos Cavaco SA) que fica mesmo encostada ao hotel. E poderia até surgir alguma dúvida quanto à freguesia a que pertence, mas na pior das hipóteses seria a confusão com Sanfins. Como saberá aquele lugar está partido: do lado esquerdo (sentido norte sul) é Caldas de S. Jorge, do lado direito é Sanfins. O edificio (em ruinas) da Malaposta pertence a Sanfins.

José Pinto da Silva

Anónimo disse...

Sem dúvida. Os problemas do município estão todos aqui: saber se um hotel fica numa freguesia ou outra. Isto é importantíssimo e os candidatos à Câmara deviam fazer já uma conferência de imprensa a esclarecer a sua posição e levar já o caso à Assembleia da República.
Como podemos viver num Conselho se não sabemos onde é o Pedra Bela??
Gravíssimo. Um escândalo. Eu não consigo. Vou já organizar uma Manif. contra isto.
Quero ouvir o Presidente da Câmara, o Primeiro Ministro e o Presidente da República sobre este assunto. Porque de certeza eles não terão mais nada com que se preocupar....

Anónimo disse...

que bairrismo saloio...

Anónimo disse...

Acha? Acha que não é uma irresponsabilidade (se não foi de propósito) emitir um documento com aquela gralha. Nunca se enganam a colocar o castelo em Paços de Brandão ou Sanguedo.

José Pinto da Silva

Anónimo disse...

Pronto está concluído foi de propósito.E agora???????????? Meu Deus que fazemos?????????????????? Vamos outra vez a Moçambique e durante a viagem discutimos o assunto, há-de haver solução, queira Deus que haja. é de importãncia capital pode até perder-se as eleições seja lá quem as quiser ganhar que a mim estou-me nas tintas :))))))))))))))))))

Anónimo disse...

Não terá sido de propósito, claro. Mas que é uma negligência indesculpável, isso é. Ou eles não têm que baste para fazer revisão do que mandam imprimir. E, além do mais, não sei onde foram aprender a escrever "VÊR" com acento. O meu professor da primária daria uma palmatoada.

José Pinto da Silva

Anónimo disse...

Problema gravíssimo. Lá se vai a notoriedade do Concelho. Não terá algo de útil para fazer a não ser dizer mal de tudo? Costuma-se dizer que os que nada fazem são os que mais criticam. Candidate-se à Junta homem para ver o que o povo pensa de si.

Anónimo disse...

Pintassilvo esqueceste uma entidade, isto é caso de ir para o Tribunal Constitucional´pela sua gravidade. Só de ti.

Anónimo disse...

Boas noites.
Bem, lá fui eu pegar no meu "mapa mundi" para verificar a devida localização da "couza", e para meu espanto, vi que o mesmo fica em Portugal,e não em Espanha.
Assim fico mais sossegado.

já agora que é que o Eduardo Cavaco tem a ver com o assunto?

PROF. PARDAL disse...

"Como podemos viver num conSelho se não sabemos onde é o Pedra Bela". Se fosse só isso, mas não, o carissimo também não sabe escrever. Assim é que é, um conselho, que tal uma ida até à escola. Pode ser mesmo na sede do concelho.

Paulo Pinto disse...

Nisso do "Vêr" tem razão. Há vários documentos oficiais que têm o nome da terra com acento e vi isso tantas vezes que levei o caso a um prof de linguística da UP.
Ele disse-me que não há qualquer razão histórica e nem linguística para esse acento.

Anónimo disse...

São "sedistas"? Problema de cada qual. Eu revolto-me quando um documento emitido por entidade pública (na circunstância a Câmara)sai com erros que tais. Se acham bem, eu acho mal. E onde existe a dúvida?

José Pinto da Silva

Anónimo disse...

O problema não é ter ou não ter razão.Tem. Daí, partir para exigir quase um dabate nacional, vai uma enorme distância, a começar por comparar(mal) o Pedra Bela com o Castelo. Era o que faltava.

Anónimo disse...

Se os isparates da CMF se ficassem por este a coisa bem andava mas infelizmente barbinhas e companhia andam de mal a pior e com a pressão de uma renovação de mandatos á porta então vai ser estupidez em cima de estupidez. Mantenham-se atentos. Abraço amigo para quem o quiser.

Anónimo disse...

Se se gerou debate (nacional?) não o provoquei. Só deixei a nota. Claro que a invocação do Castelo foi tão só para enfatizar a negligência. Mas seja-me permitido que se o impressor do texto tivesse localizado o Castelo em Souto, estou em crer que passaria.
Ah! e não quero debitar esta negligência, longe e mim, ao presidente da Câmara. Acredito bem que ele nem sequer passou os olhos pelo impresso.

José Pinto da Silva

Anónimo disse...

Era para comentar, mas nem comento...porque isto nem se quer dá comentário, erros de impressão, existem aos molhos.

Anónimo disse...

Pronto comentar que não comento parce-me bem, é pacifico, muito cool. Tás bem men....

Anónimo disse...

Se não há problema em relação á troca de nomes de freguesias,o porquê de tanta polémica quando se as querem reduzir?.